Wikipédia protesta com blackout de 24 horas

Em protesto contra o projeto de lei do Congresso norte-americano chamado de SOPA (Stop Online Piracy Act) na Câmara dos Deputados e PIPA (Protect Intellectual Property Act) no Senado, hoje, 18/01/2012, às 03:00, a versão em inglês da Wikipédia ficou indisponível para pesquisas.

Ao tentar acessar a página inicial – Wikipedia, the free encyclopedia – o conteúdo padrão chega a ser exibido, porém em poucos segundos ele é substituído pelo blackout com link para o artigo SOPA and PIPA – Learn more e onde a única forma de navegação disponível se concentra em três ícones de compartilhamento: Facebook, Google+ e Twitter.

Tradução da mensagem exibida no blackout:

Por mais de uma década, nós gastamos milhões de horas construindo a maior enciclopédia da história humana. Agora, o Congresso dos EUA está considerando uma legislação que poderia prejudicar a internet livre e aberta. Por 24 horas, para aumentar a conscientização, estamos tirando a Wikipédia do ar.

 

Além da Casa Branca, que considera que o projeto de lei “reduz liberdade de expressão”, nomes como Google, Facebook, Twitter, Amazon, eBay, PayPal e Mozilla são declaradamente contra e também ameaçam protestar, enquanto Disney, Universal, Paramount e Warner Bros. apoiam com o objetivo de proibir que seus produtos audiovisuais sejam compartilhados gratuitamente na rede.

Veja também a página de manifesto do Google: End Pirary, Not Liberty.

Se aprovado, este projeto de lei passaria a considerar pirataria tal costume e as penas incluem fechamento do site e até cinco anos de prisão para o autor das publicações.